π
<-
Chat plein-écran
[^]

DistrUN3


Hierarchy of files

 Downloads
 Files created online(20008)
 HP-Prime(2889)

 mViewer GX Creator App(2420)

DownloadTélécharger


LicenceLicense : Non spécifiée / IncluseUnspecified / Included

 TéléchargerDownload

Actions



Vote :

ScreenshotAperçu


Informations

Catégorie :Category: mViewer GX Creator App HP-Prime
Auteur Author: danilo rafael
Type : Application
Page(s) : 37
Taille Size: 2.28 Mo MB
Mis en ligne Uploaded: 15/08/2019 - 03:34:19
Uploadeur Uploader: danilo rafael (Profil)
Téléchargements Downloads: 1
Visibilité Visibility: Archive publique
Shortlink : http://ti-pla.net/a2295336

Description 

Distribuição de
Energia




Caros alunos, as videoaulas desta disciplina encontram-se no AVA
(Ambiente Virtual de Aprendizagem).
Unidade 3
Economia de energia, tarifas e preços.
Estrutura do mercado e regulamentação dos
sistemas elétricos de distribuição.
Diagnóstico e Gerenciamento.
Introdução da Unidade

Aprimorar os conhecimentos sobre economia de energia, tarifas e preços praticados no Brasil
e como o produto energia elétrica tem a sua avaliação na indústria e no comércio como um
todo.



Objetivos

 Economia de energia;

 Preços, tarifas, encargos e impostos tarifários;

 Eficiência energética;



Conteúdo programático

Aula 01 – Economia de energia, tarifas e preços;

Aula 02 – Estrutura do mercado e regulamentação dos sistemas elétricos de distribuição.
Diagnóstico e Gerenciamento;



Referências

[1] AGÊNCIA NACIONAL DE ENERGIA ELÉTRICA (Brasil) (ANEEL). Banco de Informações de
Geração: BIG. Disponível em:
http://www2.aneel.gov.br/aplicacoes/capacidadebrasil/capacidadebrasil.cfm. Acesso em: 31
maio 2005

[2] ATLAS do Mercado Brasileiro. São Paulo: Gazeta Mercantil, n. 5, 2002.

[3] ATLAS Solarimétrico do Brasil. Recife: Editora Universitária da UFPE, 2000

[4] BRASIL. Ministério de Minas e Energia. Balanço energético nacional - BEN. Brasília: MME,
1982

[5] OPERADOR NACIONAL DOS SISTEMAS ELÉTRICOS (Brasil) (ONS). Mapas do Sistema
Interligado Nacional: mapa Brasil, mapas regionais: horizonte 2006. [Rio de Janeiro], 2003

[6] Eficiência Energética na Arquitetura (3ª EDIÇÃO) ANO: 2014. Editora: ELETROBRAS /
PROCEL
Aula 1 Economia de energia, tarifas e preços;

Conceitos históricos:

A partir da segunda metade do século XIX, vislumbra-se um crescimento vertiginoso
das atividades industriais, como uma das consequências da Revolução Industrial,
principalmente, produtos têxteis, ferro e aço, produtos da indústria química pesada,
engenharia a vapor e transporte ferroviário começou a perder fôlego nos países mais
desenvolvidos da Europa Ocidental, principalmente na Inglaterra e na França.
Essa perda de vitalidade foi compensada pelo surgimento de novos empreendimentos
industriais calcados em avanços extraordinários do conhecimento em química, em
eletricidade e em uma nova fonte móvel de energia, o motor de combustão interna.
A resultante desse imenso conjunto de conhecimentos, denominado de segunda
Revolução industrial, constituiu-se num processo de transformações gigantescas que
começou no século anterior, por ocasião da eclosão da Revolução Industrial.


Figura 1. Máquina da época da revolução industrial.




Fonte: <https://mundoeducacao.bol.uol.com.br/geografia/segunda-revolucao-
industrial.htm>. Acesso em: 16.07.2019.


No século XIX, entre os anos de 1.830 e 1.840, o emprego da eletricidade nas
comunicações (telégrafo) e na metalurgia (galvanoplastia) despertou o interesse dos
empresários industriais. Os grandes impulsos vieram em 1.878, quando Thomas Edison
criou a lâmpada incandescente de filamento e Werner Siemens apresentou a primeira
locomotiva elétrica.
Um pouco mais tarde, Nikola Tesla desenvolveu o motor de corrente alternada, graças
ao qual a eletricidade passou a ser usada nas fábricas, para o acionamento
mecânico. Ao mesmo tempo aperfeiçoava-se a turbina hidráulica, como alternativa
para a turbina a vapor até então usada na geração elétrica. Surgiram assim as
primeiras hidroelétricas de certo porte e linhas de transmissão que permitiam o uso da
energia cinética dos rios, nas cidades e nas fábricas.
Eis aqui a figura de um dos homens mais importantes da história do mundo moderno,
o descobridor da corrente alternada, Engenheiro Nicola Tesla.




Fonte: <http://www.astropt.org/2014/07/10/nikola-tesla-2/ >. Acesso em: 16.07.2019.
Nikola Tesla merece este parágrafo. Ele foi um importante visionário, gênio, inventor,
criativo, cientista, pioneiro, imaginativo, e engenheiro do início do século XX. Contribuiu
para a eletricidade, magnetismo, comunicação sem fios por rádio (foi Tesla e não
Marconi. Poderia ter tido o Prêmio Nobel. Marconi usou vários inventos do Tesla.
Edison fez o mesmo), transmissão de eletricidade sem fios, robótica, corrente
alternada, controle remoto (para TVs ou até satélites), motor de indução, lâmpada
fluorescente, radar, raios-X (que lhe poderia dar o Prêmio Nobel da Física, em vez de
Röntgen), “raio mortal” (laser a longas distâncias), energia solar, radiação cósmica
(que lhe poderia dar um Prêmio Nobel, em vez de Penzias e Wilson).
No entanto, é mal conhecido, popularmente é visto como um cientista louco (ele
próprio dava a entender isso, por exemplo quando dizia que recebia mensagens de
Marcianos), e tem sido abusado pela pseudociência, por ovniologistas, e até por
Hollywood, para criar a noção que ele tinha conhecimentos extraterrestres e
paranormais, o que o levava a trabalhar em experiências de teleportação,
invisibilidade, telepatia e máquina do tempo.


Indicação
Como sugestão, assista ao filme intitulado: “Experiência de Filadélfia”, pois é um
exemplo do que se diz que ele esteve envolvido, apesar de já não estar entre nós.
A partir da Revolução Industrial, a energia passou a ser considerada como um dos
principais recursos econômicos disponíveis que o homem utiliza para as mais diversas
aplicações. Trata-se de um insumo primordial da sociedade mundial. A sua utilização é
indispensável para a criação de um número infinito de bens, a partir dos recursos
naturais e no fornecimento de inúmeros serviços dos quais nos beneficiamos.
Energia, em grego, significa “trabalho” (do grego energeia e do latim energia) e,
inicialmente, foi usado para se referir a muitos dos fenômenos explicados através dos
termos: vis viva (ou “força viva”) e calórico. A palavra energia apareceu pela primeira
vez em 1807, sugerida pelo médico e físico inglês Thomas Young. A opção de Young
pelo termo energia está diretamente relacionada com a concepção que ele tinha de
que a energia informa a capacidade de um corpo realizar algum tipo de trabalho
mecânico.
Dentre as formas de energia consumida pela humanidade, a elétrica tornou-se uma
das mais importantes, pois, a partir dela, houve mudanças em vários aspectos da
sociedade. Descoberta no início do século XIX, só foi possível seu consumo em larga
escala nas últimas décadas desse mesmo século, e sua expansão está relacionada com
o desenvolvimento de uma nova fase do capitalismo, o chamado capital industrial.
Por sua vez, a eletricidade passa a ser um importante elemento no processo de
modernização das sociedades, impulsionando a própria industrialização, alterando a
estrutura urbana e refletindo na própria cultura. Basta olharmos à nossa volta nos dias
de hoje para vermos quantos benefícios a energia elétrica nos traz – iluminação
sistematizada, aparelhos eletrônicos (televisão, rádio, computadores...), transportes,
máquinas industriais, telefones, etc. Enfim, nosso cotidiano está cercado da energia
elétrica e isso talvez faça com que algumas pessoas achem natural todas essas
comodidades proporcionadas por ela. No entanto, como já dissemos antes, a questão
deixa de ser simples à medida que percebemos todos os fatores que são necessários
no processo de geração de energia até que ela chegue às pessoas em formas de
consumo.
A armazenagem da energia elétrica, por exemplo, não é possível (pelo menos na
indústria) e “seu transporte e distribuição se faz exclusivamente através de uma
infraestrutura de linhas de transmissão implantada com antecedência.” Daí ser
necessário, como elementos fundamentais, o esforço de previsão, uma complexidade
de conhecimentos técnicos e uma forte estrutura organizacional em qualquer
empreendimento que vise a geração de energia elétrica.
Basicamente as três formas mais conhecidas de geração e/ou transformação da
energia elétrica são as usinas hidroelétricas, termoelétricas e nucleares. Mas temos
outras, veja a lista completa abaixo:
1. Energia eólica: gerada a partir da força dos ventos.
2. Energia solar (fotovoltaica): gerada a partir dos raios solares.
3. Energia geotérmica: obtida a partir do calor contida nas camadas mais profundas da
terra.
4. Energia maré motriz (das marés): gerada a partir da energia contida nas ondas do
mar.
5. Biomassa: obtida a partir de matéria orgânica, principalmente de origem vegetal
como, por exemplo, cana-de-açúcar.
6. Nuclear: gerada através do processo de fissão do núcleo do átomo de urânio
enriquecido.
7. Biogás: obtido dos gases provenientes da decomposição de resíduos orgânicos.


Eficiência Energética
Um dos maiores problemas energéticos e ambientais da humanidade é o desperdício.
Desperdício de energia, de matérias-primas, de água, de alimentos. Basta visitar um
canteiro de obras para constatar o enorme desperdício de materiais e de recursos
humanos: excesso de materiais (cerca de 30%, em média), que depois virarão lixo, e
trabalhadores parados esperando que uma tarefa especializada seja terminada para
reiniciar as suas tarefas.
Ou tomemos uma experiência comum: as viagens de avião. É frequente não se
conseguir um voo direto para o lugar onde se quer ir. O passageiro é obrigado a
deslocar-se até um aeroporto importante, a viajar num avião grande até um ponto de
baldeação longe do lugar desejado e embarcar num outro avião. A maioria dos
viajantes tolera isso porque acredita que se trata de um sistema altamente eficiente.
Engano. Grande parte do tráfego aéreo, se não todo ele, produziria menos ruído,
gastaria menos energia e seria aproximadamente duas vezes mais rápido de um ponto
a outro se utilizasse aviões menores e mais numerosos, que fossem diretamente da
cidade de partida para a de chegada. Esse ...

Archive contentsContenu de l'archive

Action(s) SizeTaille FileFichier
3.06 Ko KB readme.txt
3.65 Ko KB lisezmoi.txt
1.09 Ko KB DistrUN3.hpprgm
1.27 Mo MB DistrUN3 01_20.hpappdir.zip
1.01 Mo MB DistrUN3 21_37.hpappdir.zip
168 octets bytes appslist.txt

Pub / Ads

-
Search
-
Featured topics
Offre TI-Planet/Jarrety pour avoir la TI-83 Premium CE avec son chargeur pour 79,79€ port inclus !
Offre TI-Planet/Jarrety pour avoir la TI-Nspire CX CAS à seulement 130€ TTC port inclus!
Jailbreake ta TI-Nspire avec Ndless et profite des meilleurs jeux et applications !
123
-
Donations / Premium
For more contests, prizes, reviews, helping us pay the server and domains...

Discover the the advantages of a donor account !
JoinRejoignez the donors and/or premium!les donateurs et/ou premium !


Partner and ad
Notre partenaire Jarrety 
-
Stats.
317 utilisateurs:
>308 invités
>5 membres
>4 robots
Record simultané (sur 6 mois):
6892 utilisateurs (le 07/06/2017)
-
Other interesting websites
Texas Instruments Education
Global | France
 (English / Français)
Banque de programmes TI
ticalc.org
 (English)
La communauté TI-82
tout82.free.fr
 (Français)