π
<-
Chat plein-écran
[^]

freq_2012


Hiérarchie des fichiers

DownloadTélécharger


LicenceLicense : Non spécifiée / IncluseUnspecified / Included

 TéléchargerDownload

Actions



Vote :

ScreenshotAperçu


Tester en ligne !

Informations

Catégorie :Category: mViewer GX Creator Lua TI-Nspire
Auteur Author: alberto borges
Type : Classeur 3.6
Page(s) : 8
Taille Size: 827.54 Ko KB
Mis en ligne Uploaded: 19/06/2017
Uploadeur Uploader: alberto borges (Profil)
Téléchargements Downloads: 1
Visibilité Visibility: Archive publique
Shortlink : http://ti-pla.net/a1054420

Description 

Contabilidade de Gestão II
Departamento de Gestão 2.º Semestre – Ano Lectivo 2011/2012

Resolução da frequência de 2011/06/11
Nome: _______________________________________ N.º _____ Curso: ________
Grupo I – Versão A
(9 valores)
Questões de resposta múltipla

1. Uma empresa que procede ao registo contabilístico, com base num sistema de custeio real, pretende registar a
produção de um subproduto, resultante do fabrico do PA A, que após o fabrico, transferiu para Armazém. O
custo, de acordo com o lucro nulo, foi de 20.000 €. O lançamento contabilístico será:
a) Débito da conta de fabrico de A por contrapartida do Armazém, por 20.000 €;
b) Crédito da conta de fabrico de A por contrapartida do Armazém, por 20.000 €;
c) Débito da conta de fabrico do Subproduto por contrapartida do Armazém, por 20.000 €;
d) Crédito da conta de fabrico do Subproduto por contrapartida do Armazém, por 20.000 €;
2. Outra empresa, cujo sistema de custeio é básico racional, apurou num certo período, gastos fixos de 20.000 €
e gastos variáveis de 60.000 € para uma secção homogénea cuja actividade correspondeu a 60 % da sua
capacidade normal, de 100.000 H/h. Tendo em conta que esta mesma secção tinha estimado gastos de 20.000 €
fixos e 84.000 € variáveis, para uma actividade correspondente a 80 %, A imputação de 1.000 H/h ao fabrico
do produto A, corresponde a um lançamento:
a) A débito no fabrico, por 1.000 €
b) A débito no fabrico, por 1.200 €
c) A débito no fabrico, por 1.250
d) A débito no fabrico, por 1.300 €
3. Uma empresa elaborou as suas previsões de cobranças, no pressuposto de que os clientes lhe pagariam com
um prazo médio de 75 dias. Tendo em conta previsões de vendas de 20.000 €/mês, regulares em cada mês e
distribuídas uniformemente dentro de cada mês, qual será o montante de recebimentos a prever no mês de
Abril, supondo que a taxa de IVA é de 23 %:
a) 20.000 €
b) 24.600 €
c) 36.900 €
d) 49.200 €
4. A empresa XYZ contraiu um empréstimo de 100.000 €, no dia 1/4/N-1, com vencimento nos 5 semestres
seguintes, com base em amortização de capital constante e acrescido de juros à taxa de 6 %/ano. O montante
de juros a pagar em N e o montante de gastos com o empréstimo em N é de, respetivamente:
a) 5.400 € e 4.800 €
b) 4.200 € e 4.200 €
c) 4.200 € e 3.600 €
d) Nenhuma das situações anteriores
5. Um programa de certificação de fornecedores, na ótica da qualidade, trata-se de um:
a) Gasto de prevenção
b) Gasto de avaliação ou análise
c) Gasto com falha interna
d) Gasto com falha externa

6. Uma empresa que num certo exercício apurou vendas de 20.000 € para uma previsão de 30.000 €, fabricou
5.000 unidades de produto, tendo a variação de inventários de produtos acabados sido nula. Se as
quantidades previstas vender foram de 6.000 unidades, o desvio de preço das vendas foi de.
a) Desfavorável em 5.000 €
b) Favorável em 5.000 €
c) 0 €
d)
7. Uma matéria, necessária ao fabrico de A, foi adquirida por 20.000 € (valor total), para uma quantidade
comprada de 10.000 unidades. Tendo em conta um desvio de preço favorável de 2.000 €, o preço de compra
previsto tinha sido de:
a) 2,5 €
b) 2,4 €
c) 2,3 €
d) 2,2 €
8. Na produção de A entra a secção homogénea X cujos gastos, no mês de Abril totalizaram 10.000 € para uma
actividade de 1.000 H/h, quando a previsão tinha sido igualmente de 1.000 H/h, mas com gastos de 12.500 €.
No pressuposto que 40 % dos gastos (reais e previsionais), são variáveis e que a empresa aplica o sistema de
custeio total básico, o desvio de preço é igual a:
a) Desfavorável em 2.500 €
b) Favorável em 2.500 €
c) Favorável em 1.000 €
d) Nenhum dos anteriores
9. Certa empresa dedica-se ao fabrico e comercialização do produto X. Dos mapas de comparação orçamental
do mês de Junho retiraram-se os seguintes elementos:
Descrição Junho N Orç. Anual
Vendas 90.000 1.080.000
CIPV 54.000 720.000
Como a empresa utiliza um sistema de custeio básico e tinha estimado que o CIPA previsto unitário era igual a
60 €, quando no real foi de 65 €, se a produção for igual às vendas, o desvio de fabrico é de.
a) Desfavorável em 4.000 €
b) Favorável em 4.000 €
c) Desfavorável em 4.500 €
d) Favorável em 4.500 €
10. Certa empresa apurou um desvio de fabrico de 5.000 € favorável. Tendo em conta que o desvio de
quantidades das matérias consumidas foi desfavorável em 1.000 €, o desvio de eficiência foi de:
a) Desfavorável em 6.000 €
b) Favorável em 4.000 €
c) Desfavorável em 7.000 €
d) Favorável em 6.000 €
Grupo I – Versão B
(9 valores)
Questões de resposta múltipla

1. Uma empresa que procede ao registo contabilístico, com base num sistema de custeio real, pretende registar
a produção de um subproduto, resultante do fabrico do PA A, que após o fabrico, transferiu para Armazém.
O custo, de acordo com o lucro nulo, foi de 5.000 €. O lançamento contabilístico será:
a) Crédito da conta de fabrico de A por contrapartida do Armazém, por 5.000 €;
b) Débito da conta de fabrico de A por contrapartida do Armazém, por 5.000 €;
c) Débito da conta de fabrico do Subproduto por contrapartida do Armazém, por 5.000 €;
d) Crédito da conta de fabrico do Subproduto por contrapartida do Armazém, por 5.000 €;
2. Outra empresa, cujo sistema de custeio é básico racional, apurou num certo período, gastos fixos de 20.000 €
e gastos variáveis de 60.000 € para uma secção homogénea cuja actividade correspondeu a 80 % da sua
capacidade normal, de 100.000 H/h. Tendo em conta que esta mesma secção tinha estimado gastos de 20.000
€ fixos e 84.000 € variáveis, para uma actividade correspondente a 60 %, A imputação de 1.000 H/h ao
fabrico do produto A, corresponde a um lançamento:
a) A débito no fabrico, por 1.600 €
b) A débito no fabrico, por 1.300 €
c) A débito no fabrico, por 1.200
d) A débito no fabrico, por 1.000 €
3. Uma empresa elaborou as suas previsões de cobranças, no pressuposto de que os clientes lhe pagariam com
um prazo médio de 95 dias. Tendo em conta previsões de vendas de 40.000 €/mês, regulares em cada mês e
distribuídas uniformemente dentro de cada mês, qual será o montante de recebimentos a prever no mês de
Maio, supondo que a taxa de IVA é de 23 %:
a) 20.000 €
b) 24.600 €
c) 36.900 €
d) 49.200 €
4. A empresa XYZ contraiu um empréstimo de 200.000 €, no dia 1/4/N-1, com vencimento nos 5 semestres
seguintes, com base em amortização de capital constante e acrescido de juros à taxa de 6 %/ano. O montante
de juros a pagar em N e o montante de gastos com o empréstimo em N é de, respetivamente:
a) 10.800 € e 9.600 €
b) 8.400 € e 8.400 €
Frequência de 2012/06/11 – Resolução 2 de 8
c) 8.400 € e 7.200 €
d) Nenhuma das situações anteriores
5. A inspecção da matéria prima à entrada do armazém, na ótica da qualidade, trata-se de um:
a) Gasto de prevenção
b) Gasto de avaliação ou análise
c) Gasto com falha interna
d) Gasto com falha externa
6. Uma empresa que num certo exercício apurou vendas de 30.000 € para uma previsão de 30.000 €, fabricou
5.000 unidades de produto, tendo a variação de inventários de produtos acabados sido nula. Se as
quantidades previstas vender foram de 6.000 unidades, o desvio de preço das vendas foi de.
a) Desfavorável em 5.000 €
b) Favorável em 5.000 €
c) 0 €
d)
7. Uma matéria, necessária ao fabrico de A, foi adquirida por 20.000 € (valor total), para uma quantidade
comprada de 10.000 unidades. Tendo em conta um desvio de preço favorável de 4.000 €, o preço de compra
previsto tinha sido de:
a) 2,5 €
b) 2,4 €
c) 2,3 €
d) 2,2 €
8. Na produção de A entra a secção homogénea X cujos gastos, no mês de Abril totalizaram 25.000 € para uma
actividade de 1.000 H/h, quando a previsão tinha sido igualmente de 1.000 H/h, mas com gastos de 20.000 €.
No pressuposto que 50 % dos gastos (reais e previsionais), são variáveis e que a empresa aplica o sistema de
custeio total básico, o desvio de preço é igual a:
a) Desfavorável em 5.000 €
b) Favorável em 5.000 €
c) Favorável em 1.000 €
d) Nenhum dos anteriores
9. Certa empresa dedica-se ao fabrico e comercialização do produto X. Dos mapas de comparação orçamental
do mês de Junho retiraram-se os...

Archive contentsContenu de l'archive

Actions(s) SizeTaille FileFichier
1.64 Ko KB readme.txt
844.34 Ko KB freq_2012.tns

Pub / Ads

-
Rechercher
-
Sujets à la une
Offre TI-Planet/Jarrety pour avoir la TI-83 Premium CE avec son chargeur pour 79,79€ port inclus !
Offre TI-Planet/Jarrety pour avoir la TI-Nspire CX CAS à seulement 130€ TTC port inclus!
Jailbreake ta TI-Nspire avec Ndless et profite des meilleurs jeux et applications !
Transforme ta TI-Nspire CX en console Game Boy Advance!
1234
-
Donations/Premium
Pour plus de concours, de lots, de tests, nous aider à payer le serveur et les domaines...
PayPal : paiement en ligne sécurisé - secure online payments
Découvrez les avantages d'un compte donateur !
JoinRejoignez the donors and/or premium!les donateurs et/ou premium !


Partenaires et pub
Notre partenaire Jarrety 
-
Stats.
250 utilisateurs:
>226 invités
>19 membres
>5 robots
Record simultané (sur 6 mois):
6892 utilisateurs (le 07/06/2017)
-
Autres sites intéressants
Texas Instruments Education
Global | France
 (English / Français)
Banque de programmes TI
ticalc.org
 (English)
La communauté TI-82
tout82.free.fr
 (Français)